25 tendências de Marketing Digital e Redes Sociais para 2022

negócios consumidor comportamento

Atelier de Mkt

11 de Janeiro de 2022

Recentemente o Portal Gestão Empreendedora publicou um artigo que listava 25 tendências para o Marketing Digital e as Redes Sociais em 2022. Antes de você ler todas, saiba que para sua empresa ganhar cada vez mais destaque no mundo online, terá que investir em: Realidade Virtual, Avaters, Vídeos curtos, Planejamento, Copy, Feed com ordem cronológica, Lives.. e muito mais!

1) Metaverso
Assim como Facebook, muitas outras empresas vão querer se adaptar e criar espaços on-line compartilhados para agregar ainda mais valor aos consumidores.

2) Vídeos curtos
Eles vão ganhar ainda mais força neste ano! Um dos grandes desafios dos negócios em 2022 será passar a sua mensagem em vídeos rápidos e breves no Reels do Instagram, TikTok e Shorts do Youtube.

3) Espaço para o básico no TikTok
O app chinês não é mais sobre dancinhas! É a rede social que mais cresce, com mais de 1 bilhão de usuários ativos no mundo. E existe espaço para você falar sobre as questões mais básicas da sua área, já que existe uma carência de conteúdo de primária.

4) Real time no Instagram
O feed da rede social voltará a ser cronológico. Ou seja, ações real time ganharão mais engajamento. Em 2021, o tipo de conteúdo com mais engajamento foram aqueles no formato carrossel e isso também deve se manter.

5) Twitter é o novo queridinho dos adolescentes
Várias pesquisas apontam o crescimento de jovens migrando para o Twitter. A rede ainda trará inovações no próximo ano, como compras via tweet e ferramentas de vídeos.

6) Experiência por voz
O conteúdo de áudio ocupará o primeiro lugar em 2022, segundo pesquisa da Hubspot. Aproximadamente 43% dos profissionais de marketing B2C planejam aumentar o seu investimento em podcasts. Plataformas como Spotify impactam no rankeamento no Google.

7) Relacionamento via chatbots
Segundo a Forbes, em 2022, 70% de todas as interações entre clientes e empresas deverão envolver em algum nível chatbots.

8) Influenciadores virtuais
Com o crescimento do Metaverso, cada vez mais veremos influenciadores digitais e marcas terem seus avatares. A apresentadora Sabrina Sato, por exemplo, hoje tem a Satiko, seu personagem virtual.

9) Live commerce
Se tiverem temas interessantes as lives continuarão a trazer muito retorno para as empresas. Tenha uma página de inscrição para a live e opte sempre por realizá-la via YouTube.

10) Google focado em comentários
No começo de dezembro, o Google apresentou sua nova atualização: Product Review Update. Esta terá foco total nas reviews de produtos de site. Ou seja, as avaliações que os usuários colocam - espontaneamente - em sites após fazer a sua compra. O foco deve ser na criação de boas experiências para as reviews acontecererem.

11) Publicações do Facebook em áudio
Em 2022 teremos eleições presidenciais e o Facebook promete lançar um novo formato de conteúdo em áudio no feed.

12) Anúncios no Telegram
O app de mensagens, opção ao WhatsApp, abriu sua plataforma para publicidade. Os anúncios serão exibidos dentro de canais com mais de 1 mil participantes.

13) WhatsApp focado em e-commerce
O uso do WhatsApp para negócios cresceu 251% em 2021, segundo o Panorama Mobile Time/Opinion. A aposta para o próximo ano são os pagamentos realizados dentro da própria plataforma via WhatsApp Pay. Ações de catálogos de produtos dentro da plataforma devem ganhar recursos.

14) O sentido de comunidade
A pandemia nos isolou e fez com que buscássemos estar com os nossos de forma virtual. E isso aumentou muito a entrada de pessoas em grupos do Facebook ou mesmo pagassem para estarem perto de pessoas com o mesmo objetivo.

15) Inbound marketing
Entre todas as estratégias para captação de leads, as pesquisas apontam o inbound como a mais eficaz na construção de laços sólidos com o público e geração de vendas no médio prazo. Para quem não sabe, essa estratégia é o queridinho marketing de atração.

16) Anunciar será o básico
Segundo estudo da Conversion, 69% das pessoas compraram através de anúncios nas redes. E o investimento em ads no próximo ano deve crescer. Marcas de todos os portes devem entender que mídia social é mídia. E mídia sempre funcionou melhor pagando.

17) Escala digital
Em 2022 trocaremos a palavra "transformação digital" por "escala digital". Toda empresa deve ter uma oferta online focada em um público e mídia ativa com foco em escala.

18) Marketing de indicação e afiliados
O melhor cliente é aquele que já temos e que confia em nosso trabalho. Transforme seus clientes mais engajados em afiliados do seu produto ou serviço. Uma venda por indicação é sempre mais assertiva.

19) Um nova geração de freelas e cultura
O trabalho remoto mostrou o quão antigo é pensarmos em contratações apenas de pessoas do nosso redor, da nossa cidade. Contratações de outras regiões e culturas enriquecem os times, pois trazem um novo olhar e isso será uma realidade.

20) E-mail marketing com maior ROI
Cada ano tem especialista querendo matar o e-mail marketing. Mas o fato é que ele é entre as ferramentas digitais aquela com maior ROI (retorno sobre o investimento).

21) Vídeos no Pinterest
A rede social da inspiração está com um engajamento incrível em conteúdo em vídeos. Este tipo de publicação também otimiza muito no Google.

22) Marcas com opinião no LinkedIn
Recentemente, a rede social liberou os artigos também para marcas e não mais só para pessoas. Veremos em 2022 muitos posicionamentos de empresas a partir deste formato de publicações. O LinkedIn é a rede social com maior alcance orgânico.

23) Novos desafios para a LGPD
Com a entrada das marcas no Metaverso, teremos novos problemas jurídicos surgindo. Será que nosso avatar poderá usar uma roupa de uma marca no mundo virtual sem o pagamento de direitos? Esta e outras questões virão à tona.

24) Planejamento, tráfego pago e copy
Estas serão os três pilares de uma estratégia bem sucedida de marca no digital neste ano. Planejamento para saber o caminho a trilhar. Tráfego pago, ou anúncios, para expandir a minha mensagem. E copy, conteúdo persuasivo, para realmente as ofertas gerarem receita.

25) Slow content
Por fim, estamos entrando numa era em que o foco do conteúdo deverá ser longo, com qualidade e com patrocínio. Troque um milhão de posts nos stories, por conteúdos que realmente impactarão seus usuários e criarão real engajamento.

Fez sentido para você?

Aqui no Atelier de Mkt estamos sempre atentos ao mercado e ao que o mundo do Marketing nos diz. E, neste ano, como podemos acompanhar, as novidades serão praticamente diárias!

_Fonte: Rafael Terra
Disponível: Portal Gestão empreendedora_

negócios consumidor comportamento
Escrito por Atelier De Mkt

Produção de Conteúdo